Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Divulgação Catálogo PNL

 

Livros.jpg

Catálogo PNL

Os livros recomendados pelo PNL2027 respeitantes ao 1.º semestre de 2020-2021 já se encontram no Catálogo PNL. As sugestões de leitura incluem, como habitualmente, temas variados e destinam-se a todos os públicos - crianças, jovens e adultos. 

Estas recomendações podem ser contempladas nas leituras dos diferentes projetos, atividades e aprendizagens formais e informais que os AE/ENA estejam a desenvolver, ou venham a integrar.

Os livros apresentados resultam, como em edições anteriores, da seleção prévia feita pelas editoras, a quem o PNL2027 manifesta o seu agradecimento, e da posterior seleção por um conjunto de especialistas independentes, de reconhecido mérito e qualificação nas diferentes áreas.

 

Diários de Escrita por, Ângela Miranda Araújo

a-quinta-dos-animais-comentada-pelos-nossos-leitorNa obra "A Quinta dos Animais", de George Orwell,  está implicita uma crítica à sociedade em que o autor se encontrava. No entanto, anos e anos depois, podemos ainda ver que a obra continua uma crítica atual.

Das muitas frases que marcam este livro, "Todos os animais são iguais, mas alguns são mais iguais do que outros" é a frase mais profunda e que mais nos toca; vemos que se aplica à nossa sociedade, ao nosso mundo. Este excerto transmite uma ideia que observamos desde pequenos: todos somos iguais e todos temos os mesmos direitos, no entanto, há pessoas que tem mais poder e mais previlégios do que outros. Vemos e aceitamos isto diariamente.

Sou da opinião que uma sociedade necessita de líderes. No entanto, sou contra o abuso de poder. Como acontece no livro, os porcos, tendo o poder de controlar o resto dos animais, modificaram as leis para o seu próprio bem. Estes líderes da quinta afirmavam que todos os animais eram iguais, porém, os porcos necessitavam de mais privilégios devido ao facto de governarem aquela quinta. Tinham o direito de dormir em camas, comer mais, beber álcool, trabalhar menos, etc... Os porcos critivavam os humanos, tornaram-se iguais a eles. Assumiram os mesmos vícios. Tornaram-se em líderes opressores que enganavam e escravizavam o seu povo.

Daqui, podemos retirar conclusões acerca da nossa sociedade atual: há líderes no mundo, no país e até num simples grupo de amigos. Muitos destes líderes tornam-se abusivos, forçando as pessoas a fazer coisas que não querem. Muitas vezes, vemos também um abuso de poder sobre os animais: homossexuais, pessoas de raças e etnias diferentes, pessoas idosas. São gurpos maltratados, com pouca voz, por vezes até escravizados. 

Concluindo, não podemos deixar que os líderes do mundo (sobretudo) nos enganem. Tomemos uma postura crítica e abramos os olhos para tudo isto!

Concurso Nacional de Leitura

87 alunos do 3º ciclo e secundário realizaram, no dia 07 de janeiro, o Concurso Nacional de Leitura, fase escolar. 

IMG_1626.JPG

Alunos apurados.

Secundário

Ângela Miranda Araújo e Jorge Miguel Gomes Vasco. 

Suplente: Carlos Daniel Araújo da Silva

IMG_20200108_104107.jpg

 3º ciclo

Ana Rita Saraiva Alves e Matilde Jardim Gomes.

Suplente: Ana Rita Rodrigues Vilas Boas

IMG_1667.JPG

Parabéns a todos os participantes e muitas felicidades para os nossos vencedores. 

Os alunos vencedores irão representar a nossa escola, no dia 7 de fevereiro, na Biblioteca Municipal de Barcelos, fase Municipal.

  Obras selecionadas para a fase municipal: 

Ensino secundário - O Caçador do Verão, de Hugo Gonçalves

3º ciclo - Eu Estive aqui, de Gayle Forman

                                                          Alunos do secundário                                                                       

     

 

Alunos do 3º ciclo

      

 

 

 

 

Feira do Livro

De 09 a 13 de dezembro decorreu, na Beaf, a Feira do Livro 2019. O programa contou com o Encontro com... Mário Carvalho, autor do livro "O tesouro da Sé de Braga", Uma Oficina de Leitura e 90' a Ler+  Chá de Livros com sabor a Poesia. 

20191212_102018.jpg

 

 

Teatro: O meu avô, o meu pai e eu - Uma história da revolução

Novo Documento do Microsoft Publisher.png

O meu avô, o meu pai e eu – uma história da revolução” retrata as condições de vida em Portugal durante a ditadura de Salazar e os principais acontecimentos que conduziram ao dia 25 de abril de 1974. Inspirado em “As portas que abril abriu”, de José Carlos Ary dos Santos, esta peça viaja até 1975 a uma sala de estar onde pai e filho, recordando a história recente de um país saído de uma revolução, vão esgrimindo argumentos e considerações, criando momentos de conflito ao reviver a história. Um pai que ainda vive segundo o trinómio “Deus, Pátria e Família”. Um filho que reclama os valores de abril. Um país que vive em instabilidade política e social após 48 anos de ditadura. E a história narrada dentro de uma história.

Texto: António Rodrigues | Encenação: CTST |

Som e luz: Rosa Pereira, Sara Salgueiro

Interpretação: António Rodrigues e Sérgio Macedo  

 

 

Concurso concelhio Pequenos Grandes Poetas

P_20190315_225618.jpg

A Semana da Leitura 2019 culminou com mais um Concurso Concelhio “Pequenos Grandes Poetas”.

Com a participação de alunos dos 2º, 3º ciclos e do ensino secundário,  todas as escolas do concelho prepararam os alunos, com esmero, para esta festa da poesia.

Foi uma noite de festa onde Poetas e Diseurs enalteceram, de forma muito digna, este concurso, organizado pela Biblioteca Municipal, em colaboração com o SABEbcl e Bibliotecas Escolares. Esta atividade continua a merecer o reconhecimento das escolas que participaram ativamente com cerca de 50 alunos concorrentes.

Neste interessante evento estiveram presentes encarregados de educação, familiares e amigos que aplaudiram com satisfação todos os participantes.

Foram concorrentes, pela Escola Secundária de Barcelinhos, na modalidade de declamação, os alunos Tiago António Maciel Ribeiro, do 12º D com o poema “Se te Queres Matar”, de Álvaro de Campos e Matilde Jardim Gomes 8º B, com o poema “Metade”, de Osvaldo Montenegro, acompanhada à viola por Luís Azevedo.

Na modalidade de Poema Original concorreram Luís Rafael da Silva Azevedo, do 12º ano A com o poema “Sol Frio de Inverno” e Guilherme Belchior Alves, 7º B com o poema “A Natureza”.

Os nossos alunos, embora não tendo sido vencedores, representaram de forma muito nobre a nossa escola. Parabéns.

P_20190313_121435.jpg