Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Cidadania e Desenvolvimento

Trabalhos realizados pelos alunos do 9º A, no âmbito do projeto de Cidadania e Desenvolvimento: "Poupa para ti, Poupa para os teus".

Esta atividade foi realizada a  27 de novembro, para celebrar  Dia de Não Comprar Nada.

 Domínios: Literacia Financeira, Educação para o Consumo e Educação para os Média.

https://youtu.be/FAZ1oDjKnss

https://youtu.be/4zrXh0Y4HUo

https://youtu.be/ScTzFz1xGmQ

https://youtu.be/MfGx5R_QcG0  

https://youtu.be/yhDCK_bSsMA 

https://youtu.be/GZXC0X9y9G0 

Curtas na BEAF assinalam Dia Mundial do Cinema

A Biblioteca Escolar comemorou  o "Dia Mundial do Cinema". Foi há 125 anos que, pela primeira vez, foi exibida uma sessão pública do cinematógrafo dos irmãos Lumière,  os  inventores do cinema.

Cartaz.jpg

Estados de Juventude é um conjunto de curtas que partem do olhar singular de alguns jovens realizadores portugueses que se debruçam, todos eles, sobre as questões da juventude trabalhadas à luz do contemporâneo.

Cada um parece seguir um caminho diferente no que toca ao abordar de referências, linguagens, comportamentos e preocupações, mas, colocados lado a lado, estes filmes compõem como que um plano de conjunto à volta deste momento tão misterioso e intrigante. 

Na sessão 1, as imagens incidiram sobre paisagens desoladas pelo fogo, casas com quartos alugados que estão em constante transformação e personagens que ponderam desistir das suas ambições. Foram exibidas: Verão Saturno, Mónica Lima, Ficção, 2017, 30’, Os Inúteis, de Rui Esperança, Ficção, 2019, 21’, Em Caso de Fogo, de Tomás Paula Marques, Ficção, 2019, 23’, Onde o Verão Vai: Episódios da Juventude, de David Pinheiro Vicente, Ficção, 2018, 21’.

A sessão 2 , conta as histórias de jovens apaixonados que se encontram no mundo virtual e se comunicam através de fotografias tiradas com a webcam. O hedonismo de um verão quente e húmido e as tensões biopolíticas que afetam o espaço íntimo das personagens são o clima psicológico em que gira o enredo. Miragem meus Putos, de Diogo Baldaia, Ficção, 2017, 24’, Sala Vazia,  de Afonso Mota, Ficção, 2015, 20’, Mordida, de Pedro Neves Marques, Ficção, 2019, 26’, Nyo Vweta Nafta, de Ico CostaFicção, 2017, 22’ 

Na última sessão assistimos à exibição de um  documentário com alunos de várias idades, do Conservatório Nacional de Dança de Lisboa, observando a forma como o ballet transforma o seu corpo e como a pressão da escolha profissional e a necessidade de nos definirmos enquanto pessoas (e também artistas) nos coloca num permanente estado de incerteza.  Um filme que dança em conjunto com quem filma. Infância, Adolescência, Juventude, de Ruben Gonçalves. Documentário, 2018, 96’.

Esta atividade contou com as parcerias do PNC - Plano Nacional do Cinema e ZOOM.

Dia da Internet+Segura

P_20200211_153159_p.jpg

Lembrar aos jovens os riscos e a importância da internet é um dever da escola, enquanto agente de formação integral dos seus alunos. 

Assim,  vários professores da ESBarcelinhos dinamizaram um conjunto de atividades para assinalar esta data: "Dia da Internet+ Segura".

O subdepartamento de Tecnologias, com a colaboração dos alunos dos 10º e 11º anos do Curso Profissional Técnico de Informática de Gestão, moveram uma ação de sensibilização com visualização de um pequeno vídeo nas salas de aula, no sentido de apelarem à reflexão sobre esta temática e para divulgação do "Correio Amarelo". Este correio destina-se à troca de correspondência relacionada com testemunhos ou alertas de perigo do uso incorreto da internet e tecnologias.

Também os Professores de TIC promoveram, na biblioteca,  sessões de formação dos alunos.

A partilha entre os organizadores e restantes alunos foi enriquecedora e promoveu a reflexão.

 

Encontro com... Luís Portela

Luis Portela na ESBarcelinhos na semana da Ciência e Tecnologia.

IMG_1516.JPG

Na semana da Ciência e Tecnologia, foi com muita honra que recebemos na BEAF o Dr. Luís Portela, que aos vinte e sete assumiu a presidência daquele que se tornou um dos maiores grupos farmacêuticos ibéricos - a Bial.

Num discurso claro e empático, falou-nos da sua experiência como empresário e da sua paixão pela leitura, e pela reflexão. Durante muitos anos à frente da maior farmacêutica portuguesa e a escrever livros que refletem interesses como a parapsicologia e a crença na reencarnação, afirmou que um dos seus objetivos de vida é dar algum auxilio para o esclarecimento espiritual da Humanidade ao qual, na sua perspetiva,  a Ciência pode dar um grande contributo. 

Budista, cristão, taoista, diz beber de todos os mestres, vendo em Jesus Cristo um ser extraordinário.

Nos últimos anos, vem desenvolvendo um trabalho na Fundação Bial,  criada em 1994 e que tem como objetivo incentivar a investigação centrada sobre o ser humano saudável, nomeadamente, em áreas ainda pouco exploradas mas suscetíveis de profunda análise científica, como é o caso da Psicofisiologia e da Parapsicologia.

No final, alunos e professores puderam adquirir e ver autografados alguns dos seus livros.

Foi um privilégio ouvir este Senhor  da Ciência e da Cultura.

 

 

 

 

 

 

 

Exposição coletiva - Semana concelhia da Ciência e Tecnologia

IMG_1512.JPG

O desafio foi lançado pelo  SABE bcl, na semana concelhia da Ciência e Tecnologia.

Os alunos da Educação Especial, sob a coordenação do Professor Pedro Carneiro e o apoio do Professor António Codesseira, deitaram mãos à obra e construíram uma ponte autossustentável, seguindo o desenho e a criação de Leonardo DaVinci. 

Para o efeito, deitando mão de algumas ripas circulares em madeira, fez-se o projeto. Depois, foi medir, cortar e criar os pontos de encaixe para a obra nascer. Foi um trabalho simples mas um desafio interessante que tinha por fim homenagear os 500 anos do nascimento de Leonardo Da Vinci e que demonstra,   mais uma vez, o empenho dos nossos alunos da educação inclusiva.