Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Dia Internacional da Língua Materna

E os vencedores são!

P_20190221_110034.jpg

Alunos do 3º ciclo e do secundário participaram na celebração do Dia Internacional da Língua Materna.

A atividade iniciou-se  com uma breve referência à origem da celebração da efeméride e da necessidade de promover e proteger as cerca de 7000 línguas faladas  em todo o mundo, assim como,  das consequências  de mais de metade destas vir a desaparecer.

De seguida os alunos participaram num Quizz, em três eliminatórias, sobre a Língua Portuguesa. Foram apurados três vencedores: Beatriz Oliveira, 1º lugar, Hugo Leitão, 2º lugar e Ana Rego em 3º lugar. 

 

Semana Concelhia dos Direitos Humanos

IMG_1106.JPG

Ao longo da semana, está em curso a “Maratona de Cartas”. Com esta ação pretendemos sensibilizar a comunidade escolar e educativa para um conjunto de casos selecionados, o que poderá resultar numa melhoria das condições de vida para os defensores de direitos humanos. Todas as assinaturas serão enviadas para a sede da Amnistia Internacional em Lisboa, unindo-nos, assim, aos milhões de apelos oriundos de todo o mundo e com os mesmos objetivos: Por fim à violação dos Direitos Humanos.

Este ano os casos são:

Atena Daemi, sonha com o fim da pena de morte no Irão.

Marielle Franco, lutou destemidamente por um Rio de Janeiro mais justo.

Nonhle Mbuthuma, lidera a luta da sua comunidade contra uma empresa mineira que quer explorar titânio na sua terra ancestral.

Geraldine Chacón, sempre quis defender outras pessoas. É por isso que ajuda a capacitar jovens a defenderem os seus direitos na sua cidade, Caracas.

Vitalina Koval, trabalha arduamente para defender os direitos LGBTI e os direitos das mulheres na sua cidade natal, Uzghorod, na Ucrânia.

IMG_1108.JPG

 

Projeto "Cidadania e Desenvolvimento" - 7º B

Cidadania e Desenvolvimento

1-imagemr.png

No âmbito do projeto de Cidadania e Desenvolvimento "Floresta: uma riqueza a proteger dos incêndios", a turma B do 7º ano irá participar/desenvolver várias atividades que divulgará, à comunidade escolar, através do "Roteiro do Projeto".

 

DEZ REGRAS PARA O ROMANCISTA

DEZ REGRAS PARA O ROMANCISTA

  1. O leitor é um amigo, não um adversário, não um espectador.
  2. Ficção que não seja a aventura pessoal do autor no assustador ou no desconhecido não merece ser escrita a não ser por dinheiro.
  3. Nunca uses a palavra “então” como conjunção - para isso temos de usar “e”. Usar “então” é a não solução do escritor preguiçoso ou duro de ouvido para o problema de haver demasiados “e” na página.
  4. Escreve na terceira pessoa, a menos que uma primeira pessoa verdadeiramente diferenciadora se te ofereça irresistivelmente.
  5. Quando a informação se torna gratuita e de acesso universal, fazer pesquisa volumosa para um romance desvaloriza a pesquisa do romance.
  6. A ficção mais puramente autobiográfica exige pura invenção. Nunca ninguém escreveu uma história mais autobiográfica do que a Metamorfose de Kafka.
  7. Vês mais estando quieto do que a correr atrás de alguma coisa.
  8. É duvidoso que alguém que tem ligação Internet no seu local de trabalho esteja a escrever boa ficção.
  9. Os verbos interessantes raramente são muito interessantes.
  10. Tens de amar antes de poderes ser impiedoso.

(JONATHAN FRAZEN, in Revista Intropia)

Encontro com... Pat R

Patrícia Ribeiro, Pat R, na BEAF 

IMG_20181024_105615.jpg

A 24 de outubro, dia Internacional das Bibliotecas Escolares, convidamos, Pat R, pseudónimo de Patrícia Ribeiro, uma jovem escritora, natural de Évora, para uma palestra e apresentação do seu último romance “Os Homens nunca saberão nada disto”. Numa plateia constituída por alunos dos 11º e 12º anos, a jovem escritora salientou a importância da imaginação na leitura e, à medida que nos foi descrevendo o seu processo criativo, alertou-nos para a inter-relação “natural” entre a escrita e a ilustração, realçando a sinergia entre a literatura e as diferentes artes, nomeadamente, a música. A música tem um papel de destaque na sua obra que é visível nas referências musicais que surgem no decorrer da história e que estão compiladas no CD que integra o pack, “Os homens nunca saberão nada disto”.

Foi num clima descontraído e intimista que a autora falou sobre o seu último romance, chegando a ler um pequeno trecho que prendeu a atenção de todos os presentes.

Para além deste romance, publicou ainda “Inércia”, “O Pijama da Gata” e, brevemente, publicará um livro infantil.