Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Encontro com... Mário Carvalho

IMG_1600.JPG

No âmbito da Feira do Livro, a Biblioteca da Escola Secundária de Barcelinhos, com um programa direcionada para a importância da leitura e do livro, apresentou “O Tesouro da Sé de Braga”, livro que se insere no género infantojuvenil.

Foi ao som das palavras do poema “A Chuva” e dos acordes do violino que o autor, Mário Carvalho e a ilustradora, Patrícia Ferreira, foram recebidos na Biblioteca António Ferraz.

A atividade profissional uniu os autores e a escrita fez com que se (re)encontrassem.

O autor do livro “O Tesouro da Sé de Braga”, Mário Carvalho (ex-aluno desta escola), num discurso e tom apropriados à plateia fez, de forma apelativa, uma descrição da história, tendo suscitado a curiosidade, evidenciada com   inúmeras perguntas por parte dos presentes, às quais o autor respondeu com entusiasmo e admiração pelo interesse demonstrado.   A ilustradora, Patrícia Ferreira, com o seu jeito descontraído, encantou os alunos e professores presentes que, curiosos, ouviam atentos a explicação do processo de criação das ilustrações.

A forma apelativa, descontraída e empática com que o livro foi apresentado, despertou nos alunos a vontade de ler a história que tem como palco a Sé de Braga e o roubo da Cruz do Brasil de uma das salas do Tesouro da Sé.

O livro “O Tesouro da Sé de Braga” integra o PLL de Braga – Plano Local de Leitura.

No final, alunos e professores puderam adquirir e ver autografados o livro.

Poema

É da chuva
Abrem-se as janelas ensonadas,
Lê-se a sina no céu,
Anunciam as nuvens encharcadas:
Vai cair como um véu.

E, de chuço na asa,
Navegando incógnitos na turba,
Vamos à vida, que se atrasa,
É da chuva, é da chuva.

A milenar cidade escurece
Mergulhada num breu de tristeza,
Que até a alma arrefece,
É da chuva, de certeza.

Está Braga de cara fechada
E encharcada por dentro,
Vertendo lágrimas na calçada,
Das ruas mudas do centro.

Também o ofício emperra,
Sonolento e desconsolado,
Falta-lhe sangue na guelra,
Porque chove pesado.

Tardou o toque de saída,
Mas não esquece o varetas,
E, em passo de corrida,
Vamos saltando valetas.

Batemos a porta da rua,
Mudamos a roupa que pesa,
Mas até a janta amua,
Foi a chuva, de certeza!   

Mário Carvalho

12 de novembro de 2019

Chuva.jpg

Ilustração, Patrícia Ferreira

Encontro com... Pat R

Patrícia Ribeiro, Pat R, na BEAF 

IMG_20181024_105615.jpg

A 24 de outubro, dia Internacional das Bibliotecas Escolares, convidamos, Pat R, pseudónimo de Patrícia Ribeiro, uma jovem escritora, natural de Évora, para uma palestra e apresentação do seu último romance “Os Homens nunca saberão nada disto”. Numa plateia constituída por alunos dos 11º e 12º anos, a jovem escritora salientou a importância da imaginação na leitura e, à medida que nos foi descrevendo o seu processo criativo, alertou-nos para a inter-relação “natural” entre a escrita e a ilustração, realçando a sinergia entre a literatura e as diferentes artes, nomeadamente, a música. A música tem um papel de destaque na sua obra que é visível nas referências musicais que surgem no decorrer da história e que estão compiladas no CD que integra o pack, “Os homens nunca saberão nada disto”.

Foi num clima descontraído e intimista que a autora falou sobre o seu último romance, chegando a ler um pequeno trecho que prendeu a atenção de todos os presentes.

Para além deste romance, publicou ainda “Inércia”, “O Pijama da Gata” e, brevemente, publicará um livro infantil.

Encontro com... João Tordo

 IMG_0592.JPG

No encerramento do mês das Bibliotecas Escolares, foi tempo de conversarmos com o escritor João Tordo. Numa Biblioteca apinhada de alunos e professores, a quem não faltaram questões sobre a vida e obra do escritor que, pela segunda vez, nos honrou com a sua afável, algo tímida e muito descontraída presença.

A moderação do debate coube ao jornalista Alberto Serra, acompanhado pelo bibliotecário Vitor Pinho, amigos de longa data, a quem muito agradecemos.

João Tordo, prémio Saramago (2009) e autor de mais de uma dezena de livros, falou da sua vida e obra e acrescentou alguns aspetos da sua personalidade que poderão estar na origem da sua paixão pela escrita. Numa linguagem muito acessível e nada pretensiosa, João Tordo falou-nos dos seus livros, das personagens e do seu processo de escrita. Houve tempo de perguntas dos alunos do secundário que, com curiosidade e civismo, enalteceram este  encontro literário .

Receber um escritor na nossa Biblioteca é sempre um prazer e uma honra, quer para os professores, quer para os alunos que poderão, com este testemunho, inverter o ciclo da iliteracia, manifestamente em crise, com uso desmesurado das novas tecnologias.

Obrigada, João Tordo pelo testemunho que bem pode servir de modelo aos nossos jovens alunos!

 

Encontro com... Soni Esteves, escritora Bracarense

 Soni Esteves, natural e residente em  Braga, onde se licenciou em Estudos Portugueses. 

É também nessa cidade que exerce a docência da disciplina de Português.

Assume a literatura como uma paixão, sendo, desde sempre, uma leitora assídua. A escrita de poesia e contos está sempre presente, tal como a de textos para peças de teatro que encena, frequentemente, com alunos e professores.

A sua primeira obra, Os cães da minha rua, será apresentada na Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz.

Cartaz-Soni Esteves.png

 

 

 

...

Encontro com... Ricardo Frade, autor do Livro, "Pé Descalço" no Dia Mundial do Livro.


Falar sobre um livro, no dia Mundial do Livro, é uma situação a que já nos habituamos.
Os alunos entram na biblioteca, sentam-se e já se encontram predispostos para ouvir o autor/apresentador a contar a sua história: o tema do livro, como o escreveu, em que se inspirou, se escreve mais de noite que de dia, etc... são perguntas habituais.



Hoje, na Beaf, aconteceu o inesperado. Os alunos assistiram, entusiasticamente, a uma sessão de apresentação de um livro que revolucionou todos os normativos.
Ricardo Frade, autor do livro "Pé Descalço", comunicador por excelência, deixou-nos  perplexos ao contar-nos  histórias de uma vida cheia de percalços e dificuldades.
Ricardo partilhou connosco  as estratégias mais importantes  para sermos bem sucedidos perante situações difíceis que, tal como ele, também nós seremos capazes de o fazer e mudar o rumo das coisas.
 O alcance dos objetivos está no esforço, na determinação e na vontade em  os alcançar. Devemos ser perseverantes na busca do desejado. A determinação e a confiança são também muito importantes para demonstrarmos a nós próprios que seremos capazes de conseguir aquilo que pretendemos ou definimos como objetivo. Afastar o medo da derrota ajudar-nos-á a confiar que tudo dará certo e assim teremos  sempre a certeza que conseguiremos alcançar o que desejamos. Deveremos ser sempre positivos, otimistas e lutar pelos nossos sonhos, pois o único responsável pela conquista somos nós próprios.
Estas foram algumas das mensagens deixadas aos alunos e que não são mais que a mensagem perpetuada no livro "Pé Descalço". Um livro sobre uma viagem especial, uma jornada de "sobrevivência urbana/civilizacional", sem dinheiro ou preparação antecipada, apenas improvisando, resolvendo problemas e superando desafios diários, da Suécia a Portugal, em apenas 13 dias!
Um livro que visa alcançar múltiplos objetivos contando não só a viagem, as aventuras e as dificuldades mas também, os princípios e valores para além dela. 
E assim, ao longo de noventa minutos, viajamos com Ricardo Frade.






Encontro com... Ricardo Frade no Dia Mundial do Livro

Encontro com... Ricardo Frade, autor do Livro, "Pé Descalço" no Dia Mundial do Livro.


Falar sobre um livro, no dia Mundial do Livro, é uma situação a que já nos habituamos.

Os alunos entram na biblioteca, sentam-se e já se encontram predispostos para ouvir o autor/apresentador a contar a sua história: o tema do livro, como o escreveu, em que se inspirou, se escreve mais de noite que de dia, etc... são perguntas habituais.

 



Hoje, na Beaf, aconteceu o inesperado. Os alunos assistiram, entusiasticamente, a uma sessão de apresentação de um livro que revolucionou todos os normativos.
Ricardo Frade, autor do livro "Pé Descalço", comunicador por excelência, deixou-nos  perplexos ao contar-nos  histórias de uma vida cheia de percalços e dificuldades.
Ricardo partilhou connosco  as estratégias mais importantes  para sermos bem sucedidos perante situações difíceis que, tal como ele, também nós seremos capazes de o fazer e mudar o rumo das coisas.
 O alcance dos objetivos está no esforço, na determinação e na vontade em  os alcançar. Devemos ser perseverantes na busca do desejado. A determinação e a confiança são também muito importantes para demonstrarmos a nós próprios que seremos capazes de conseguir aquilo que pretendemos ou definimos como objetivo. Afastar o medo da derrota ajudar-nos-á a confiar que tudo dará certo e assim teremos  sempre a certeza que conseguiremos alcançar o que desejamos. Deveremos ser sempre positivos, otimistas e lutar pelos nossos sonhos, pois o único responsável pela conquista somos nós próprios.
Estas foram algumas das mensagens deixadas aos alunos e que não são mais que a mensagem perpetuada no livro "Pé Descalço". Um livro sobre uma viagem especial, uma jornada de "sobrevivência urbana/civilizacional", sem dinheiro ou preparação antecipada, apenas improvisando, resolvendo problemas e superando desafios diários, da Suécia a Portugal, em apenas 13 dias!
Um livro que visa alcançar múltiplos objetivos contando não só a viagem, as aventuras e as dificuldades mas também, os princípios e valores para além dela. 

E assim, ao longo de noventa minutos, viajamos com Ricardo Frade.

 






...

 ?Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor
O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Este ano associa-se aos 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal.
Esta data foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do heróico cavaleiro.
Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em abril de 1616.
Em 2017, e porque se comemoram os 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar o Dia Mundial do Livro com esta efeméride, incitando à leitura e celebrando o livro como um hino à vida.
O cartaz, um cartoon com conceção e design da ilustradora e cartoonista Cristina Sampaio, pretende mostrar simbolicamente que o livro e a leitura são fatores fundamentais para o crescimento económico, político, social e cultural, e que se encontram na base da cidadania plena.
Na Beaf, esta data, será comemorada, 2ª feira, dia 24, com a presença do escritor Ricardo Frade, autor do livro, "Pé Descalço", e do jornalista e escritor, Alberto Serra.
Fonte: Blogue da RBE (adapt. de texto)

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

 Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Este ano associa-se aos 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal.
Esta data foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do heróico cavaleiro.
Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em abril de 1616.
Em 2017, e porque se comemoram os 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar o Dia Mundial do Livro com esta efeméride, incitando à leitura e celebrando o livro como um hino à vida.
O cartaz, um cartoon com conceção e design da ilustradora e cartoonista Cristina Sampaio, pretende mostrar simbolicamente que o livro e a leitura são fatores fundamentais para o crescimento económico, político, social e cultural, e que se encontram na base da cidadania plena.
Na Beaf, esta data, será comemorada, 2ª feira, dia 24, com a presença do escritor Ricardo Frade, autor do livro, "Pé Descalço", e do jornalista e escritor, Alberto Serra.
Fonte: Blogue da RBE (adapt. de texto)