Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

DEZ REGRAS PARA O ROMANCISTA

DEZ REGRAS PARA O ROMANCISTA

  1. O leitor é um amigo, não um adversário, não um espectador.
  2. Ficção que não seja a aventura pessoal do autor no assustador ou no desconhecido não merece ser escrita a não ser por dinheiro.
  3. Nunca uses a palavra “então” como conjunção - para isso temos de usar “e”. Usar “então” é a não solução do escritor preguiçoso ou duro de ouvido para o problema de haver demasiados “e” na página.
  4. Escreve na terceira pessoa, a menos que uma primeira pessoa verdadeiramente diferenciadora se te ofereça irresistivelmente.
  5. Quando a informação se torna gratuita e de acesso universal, fazer pesquisa volumosa para um romance desvaloriza a pesquisa do romance.
  6. A ficção mais puramente autobiográfica exige pura invenção. Nunca ninguém escreveu uma história mais autobiográfica do que a Metamorfose de Kafka.
  7. Vês mais estando quieto do que a correr atrás de alguma coisa.
  8. É duvidoso que alguém que tem ligação Internet no seu local de trabalho esteja a escrever boa ficção.
  9. Os verbos interessantes raramente são muito interessantes.
  10. Tens de amar antes de poderes ser impiedoso.

(JONATHAN FRAZEN, in Revista Intropia)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.