Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

...

“A minha história pessoal”
Desde a nossa infância até aos dias de hoje, cadaum de nós acumulou experiências bastante importantes para o nossodesenvolvimento e que nos tornaram únicos. Eu, tal como todas as pessoas, tive dessasexperiências que contribuíram para o meu crescimento pessoal.
À medida que vamos crescendo, tomamos consciênciada realidade e vamos percebendo que nem tudo na vida é fácil. Mas, quando aindasomos crianças pensamos que a vida é uma história de encantar e que nós somosas personagens principais. Em criança, eu sonhava ser uma princesa, sonhava tertudo aquilo que as princesas tinham. A verdade é que sempre fui uma criançasortuda, porque aquilo que pedia, eu recebia. Então quando chegava ao Natal, aminha carta de presentes era maior do que eu. Mas eu percebia perfeitamente quenão podia receber tudo. A idade foi avançando e eu descobri que afinal eraatravés do trabalho árduo dos meus pais que eu tinha todos os meus presentes.
Ao longo dos últimos anos, a vida não tem sidomuito fácil para ninguém, incluindo para os meus pais. Foi então há cerca de 3anos que eu conheci uma amiga muito especial. Ao início, eu não tinha a melhorimpressão dela, talvez por não a conhecer. Mas a verdade é que “quem vê caras,não vê corações” e Ela era a prova disso. Quando a conheci de verdade, tudoaquilo que pensava sobre Ela foi retirado, porque Ela era a pessoa mais humildeque alguma vez conheci. Era capaz de abdicar de algo necessário para dar àspessoas mais importantes da sua vida, nomeadamente à sua mãe. Para além disso,era bastante brincalhona, mas também das únicas pessoas com quem eu conseguiater uma conversa mais séria, sendo a compreensão mútua.
A prova de que Ela era realmente especialaconteceu numa mera conversa. Uma conversa, entre tantas outras, mas que memarcou de forma muito profunda! Assim, Ela explicou-me que tinha conseguido juntardinheiro para algo que precisava, mas como sabia que a sua mãe precisava maisdaquele dinheiro do que Ela, resolveu dá-lo. As suas palavras e o seu gestopara com a mãe deixaram-me bastante emocionada e sensibilizada. Nunca tinhapensado em fazer algo deste género, talvez porque nunca estive perante umasituação dessas.
Para mim foi um grande lição de vida, porque hojejá era capaz ter a mesma atitude que Ela teve. Durante os meus 17 anos de vida,foram as palavras mais bonitas e mais sinceras que alguma vez ouvi. Serão dasúnicas palavras que ficarão recordadas para sempre no meu coração, juntamentecom um grande agradecimento a “ELA”.


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.