Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Dia do Diploma 2017-2018

Dia do Diploma do Ensino Básico e Secundário.

Dia di Diploma  (2).jpg

Na passada sexta-feira, decorreu na ESBarcelinhos a entrega dos diplomas do quadro de excelência e de valor aos alunos do ensino básico e secundário. Numa cerimónia simples mas muito concorrida por alunos, professores, encarregados de educação e familiares, os diretores de turma entregaram aos alunos o diploma da sua prestação ao longo do ano letivo de 2017/2018.

O reconhecimento da excelência é um direito consignado no estatuto do aluno na ética escolar e no regulamento interno da ESB e, como tal, os alunos da escola viram valorizados o mérito, a dedicação, a assiduidade e o esforço no trabalho, o desempenho escolar, assim como o empenhamento em ações meritórias.

Abrilhantaram a cerimónia as alunas do 7º ano com um momento de dança, a Mariana Figueiredo com a interpretação da música, “Let Her Go” de Passenger, a aluna Daniela Sá com a declamação do poema, “Lisbon Revisited”, de Álvaro de Campos e ainda o aluno Simão Gomes com a declamação do poema “Cântico Negro” de José Régio. 

Os alunos do curso de Turismo fizeram o acolhimento de todos os convidados do evento. 

 

  

Semana Concelhia dos Direitos Humanos

IMG_1106.JPG

Ao longo da semana, está em curso a “Maratona de Cartas”. Com esta ação pretendemos sensibilizar a comunidade escolar e educativa para um conjunto de casos selecionados, o que poderá resultar numa melhoria das condições de vida para os defensores de direitos humanos. Todas as assinaturas serão enviadas para a sede da Amnistia Internacional em Lisboa, unindo-nos, assim, aos milhões de apelos oriundos de todo o mundo e com os mesmos objetivos: Por fim à violação dos Direitos Humanos.

Este ano os casos são:

Atena Daemi, sonha com o fim da pena de morte no Irão.

Marielle Franco, lutou destemidamente por um Rio de Janeiro mais justo.

Nonhle Mbuthuma, lidera a luta da sua comunidade contra uma empresa mineira que quer explorar titânio na sua terra ancestral.

Geraldine Chacón, sempre quis defender outras pessoas. É por isso que ajuda a capacitar jovens a defenderem os seus direitos na sua cidade, Caracas.

Vitalina Koval, trabalha arduamente para defender os direitos LGBTI e os direitos das mulheres na sua cidade natal, Uzghorod, na Ucrânia.

IMG_1108.JPG

 

Ida ao teatro

Auto da Barca do Inferno

TGV_ Auto da Barca do Inferno (7).JPG

Na passada quarta-feira, cerca de 120 alunos, acompanhados pelos respetivos professores e bibliotecária da BEAF, assistiram no Teatro Gil Vicente à encenação do "Auto da Barca do Inferno" de Gil Vicente, numa versão adaptada pela Companhia de Teatro de Braga. Os atores prenderam a atenção dos jovens durante cerca de 90 minutos com algumas gargalhadas proporcionadas pela vivacidade, dinamismo e versatilidade que ofereceram ao público numa  adaptação desta peça vicentina.

O Auto da Barca do Inferno (ou Auto da Moralidade) é uma complexa alegoria dramática de Gil Vicente, representada pela primeira vez em, 1531. 

Os especialistas classificam-na como moralidade mesmo que muitas vezes se aproxime da farsa. Ela proporciona uma amostra do que era a sociedade lisboeta das décadas iniciais do séc. XVI, embora alguns dos assuntos sejam pertinentes na atualidade, como esteve patente nesta atuação, com adaptações à realidade do sec. XXI.

esta atividade s´foi possível graças às parcerias com a Câmara Municipal de Barcelos, Biblioteca Municipal e SABEbcl.