Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

26.Nov.15

Semana Concelhia da Ciência.

Na Semana da Ciência, "histórias com ciência".

Quem conta um conto... acrescenta sempre um ponto!
Mas, Rui Ramos, arqueólogo de formação académica, não só acrescentou um ponto, como modificou totalmente a simbologia presente na história do Capuchinho Vermelho desde os nossos tempos de infância.
De forma muito original, consegui levar os alunos do 7º A e B à reflexão acerca dos problemas sociais e das transformações fisiológicas dos adolescentes e jovens,  através das suas adaptações cientificas às histórias de encantar.
 
26.Nov.15

Semana Concelhia da Ciência.

Poesia e Ciência

Rómulo de Carvalho, para além de professor, pedagogo, historiador e divulgador da ciência na área das ciências físico-químicas, foi homenageado por alunos e professores, neste dia em que faria 109 anos, como o Homem das palavras representadas na sua poesia.
Os alunos declamaram e cantaram vários poemas porque Eles bem sabem/que o sonho comanda a vida/e que sempre que um homem sonha/o mundo pula e avança/como bola colorida/entre as mãos de uma criança.




21.Nov.15

Diários de Escrita

Diários de Escrita, por  Ana Cardoso nº11 e Maria Francisca Cardoso nº 23  do 10º A
 
Onde está o amor?
Na sexta-feira passada, as trevas e o terror reinaram em Paris, o impensável havia acontecido, um atentado contra os direitos humanos abalou o mundo. Durante um concerto de música rock, um grupo de homens armados assassinou dezenas de inocentes.
Era uma noite igual a todas as outras até ao momento em que um bando de sanguinários provocou o caos e o pânico em França. Estes homens demonstraram assim, um enorme desrespeito pela vida humana ao roubarem o bem mais precioso daquelas pessoas: a vida. No meu entender, ninguém tem o direito de provocar dor e sofrimento aos seus semelhantes; ninguém tem o direito de gerar o pânico e o terror; ninguém tem o direito de decidir o futuro das outras pessoas, porém foi isso que aconteceu.
Apetece-me chorar e gritar bem alto quando penso na facilidade com que estes bárbaros cometeram aqueles atos hediondos sem pensarem nas
consequências. Naquele dia, dezenas de pessoas viram o seu futuro arruinado, os seus sonhos por realizar, pensaram nos seus entes queridos uma última vez, suspiraram e adormeceram para toda a eternidade. E porquê? Para defenderem a sua causa? Causa alguma não é justificação destes atos. Eu não compreendo nem nunca compreenderei o que leva alguém a fazer tal coisa.
Resta-me, assim, desejar força e esperança a todos os sobreviventes e familiares das vítimas e perguntar “Onde está o amor?”

 

20.Nov.15

...



O Subdepartamento de Filosofia da Escola Secundária de Barcelinhos comemorou o Dia Internacional da Filosofia com a palestra - “ O problema da Migração na Europa”-, proferida pelo Dr. Ricardo Gonçalves, ex-deputado  da Assembleia da República pelo PS. Com a Biblioteca Dr. António Ferraz repleta de alunos dos 10º e 11º anos, o orador explanou, de forma bastante esclarecedora, o tema tão dramaticamente atual. Seguiu-se um tempo de perguntas e respostas no qual os alunos interpelaram o palestrante com questões muito pertinentes.

type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always"allowfullscreen="true"width="400"height="300">
18.Nov.15

...

Diários de Escrita, por Filipa Carvalho e Marisa Carvalho, 10º A.

A importância dos Heróis para a Humanidade

Os heróis são a encarnação do significado de perfeição pressuposto pela sociedade. A sua importância é deveras elevada uma vez que a perfeição sempre foi difícil de alcançar entre os humanos, apesar de muitas vezes julgarem já a ter atingido e superado. Estes indivíduos movem-se, essencialmente, devido ao altruísmo, contribuindo para a sua boa imagem.
O ser humano não prescinde da necessidade de tentar alcançar a perfeição e, para isso, “imprime cópias” de exemplos considerados reflexos e símbolos do perfecionismo. Daí o efeito representado pelos heróis como modelos a seguir. Por exemplo, o facto de existirem adolescentes que transformam inteiramente a sua maneira de ser e pensar baseando-se nos seus heróis idealizados.
O herói move-se puramente pelo altruísmo, ou seja, nele está enraizada a noção de salvar e colocar em segurança o próximo antes mesmo dele próprio. Prova, então, toda a sua coragem, espontaneidade e, acima de tudo, bondade, características invejáveis não só por aqueles que o veneram como também pelos outros que o tentam desprezar. No caso da literatura, grande parte dos heróis imaginados agem somente em prol dos outros, sem nunca pôr em causa a sua própria sobrevivência.
Assim, estes magníficos seres, que agem quase sempre inconscientemente, são indispensáveis para que toda a Humanidade tenha um excelente suporte sobre o que devem fazer de bom. São eles o guia que conduz o ser humano, instantaneamente, pelo lado positivo do que pretende alcançar.



03.Nov.15

...

Concurso Nacional de Leitura                         
                                                      

Estão abertas as inscrições para a 

10ª edição do
CONCURSO NACIONAL DE LEITURA
1ª fase: 12 de janeiro de 2016
Obras selecionadas 

3º ciclo:
Artur e a Palavra Mágica
Autor: Paula Tito
Secundário:
O Velho que Lia Romances de Amor
Autor: Luís Sepúlveda
Inscreve-te na Biblioteca ou
junto do teu Diretor de turma
DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO:
18 de Dezembro 2015