Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

24.Abr.15

...

Concurso Nacional de Leitura

A Escola Secundária de Barcelinhos participou, uma vez mais, no Concurso Nacional de Leitura, fase distrital, realizado dia 23 de abril, no Auditório do Parque de Exposições de Braga. Cerca de trezentos alunos de várias escolas do distrito demonstraram os seus conhecimentos sobre os quatro livros selecionados para esta fase.

A árvore das palavras de Teolinda Gersão
A história do Senhor Sommer de Patrick Süskind
No meu peito não cabem pássaros de Nuno Camarneiro
Passageiro do fim do dia de Rubens Figueiredo

Parabéns aos alunos Sofia Pereira Figueiredo, João Maurício da Costa Vale e Ana Paula Miranda Silva do 3º ciclo e Luís Miguel Novais Azevedo, Rui Campos, Paula Manuela Simões Oliveira do ensino secundário  pela participação e empenho.
23.Abr.15

...

23 de abril, Dia Mundial do Livro.
?Esta data pretende-se chamar a atenção para uma data considerada simbólica por nela terem nascido importantes escritores internacionais como Cervantes e Shakespeare. Em todo o mundo, organismos da administração central e local, com especial destaque para as Bibliotecas Públicas, Bibliotecas Escolares e entidades da sociedade civil destacam o prazer de ler, e a importância que os livros, nos seus vários suportes, têm na sociedade contemporânea.
Este ano o cartaz do Dia Mundial do Livro é da autoria do atelier Silvadesigners, e mostra-nos, num jogo de luzes e efeitos, que os livros podem ter leituras variadas e múltiplos ecos, consoante os leitores a que chegam. 
Faça-se eco dos livros que lemos.
Para assinalar este dia as escolas do distrito de Braga realizam a 2ª fase do CNL.
Três alunos do 3º ciclo e três do Secundário vão representar,  a nossa escola, em Braga, entre os 42  do concelho de Barcelos.


16.Abr.15

...

"Campanha Laço Azul"
Para assinalar o Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, inserido na “Campanha Laço Azul” a realizar durante o mês de abril e com o objetivo de sensibilizar a comunidade escolar para a prevenção dos maus-tratos na infância e juventude,  a escola aderiu à “Campanha Laço Azul”. 
Ao longo do mês,  todo o corpo docente utiliza um Laço Azul. Foi criado  um painel  como forma de assinalar o mês da prevenção dos maus-tratos na infância e juventude.
A par desta iniciativa são projetados, diariamente na biblioteca, vídeos e mensagens sobre a temática.


16.Abr.15

...

 Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor

Mensagem da UNESCO para o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor

  
Antecipando o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, que se celebra no próximo dia 23 de Abril, a BAD divulga a mensagem que Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, escreveu para assinalar este Dia em 2015. A luta contra o analfabetismo junto dos jovens e dos grupos sociais mais desfavorecidos, numa perspectiva inclusiva e por meio das tecnologias da informação, é um dos principais vetores da sua mensagem. Aos livros, diz Irina Bokova, cabe a missão de “inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância”.  
O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor é uma oportunidade para reconhecer o poder dos livros na mudança das nossas vidas para melhor e para apoiar os livros e aqueles que os produzem.

Como símbolos globais de progresso social, os livros – aprendizagem e leitura – tornaram-se alvos para aqueles que denigrem a cultura e a educação, que rejeitam o diálogo e a tolerância. Nos últimos meses, temos visto ataques contra crianças nas escolas e a queima pública de livros. Neste contexto, o nosso dever é claro – devemos redobrar os esforços para promover o livro, a caneta, o computador, juntamente com todas as formas de leitura e de escrita, de modo a combater o analfabetismo e a pobreza, a construir sociedades sustentáveis, e a fortalecer as bases da paz.

A UNESCO tem liderado a luta contra o analfabetismo, a ser incluída como elemento fundamental nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2015. A alfabetização é a porta para o conhecimento, essencial para a auto-estima e o empoderamento individuais. Os livros, em todas as formas, desempenham um papel essencial neste aspecto. Com 175 milhões de adolescentes no mundo – a maioria meninas e mulheres jovens – incapazes de ler uma única frase, a UNESCO está empenhada no domínio das tecnologias de informação e comunicação, em especial as tecnologias móveis, de forma a apoiar a alfabetização e a alcançar os excluídos com aprendizagem de qualidade.

Os livros são plataformas de valor incalculável para a liberdade de expressão e o livre fluxo de informação – estes são essenciais para todas as sociedades actuais. O futuro do livro como objeto cultural é inseparável do papel da cultura na promoção de vias mais inclusivas e sustentáveis ??para o desenvolvimento. Através da sua Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, que celebra o seu 10º aniversário este ano, a UNESCO pretende promover a leitura entre os jovens e os grupos marginalizados. Estamos a trabalhar com a International Publishers Association, a International Booksellers’ Federation e a International Federation of Library Associations para apoiar as carreiras profissionais nas editoras, livrarias, bibliotecas e escolas.

Este é o espírito norteador de Incheon, na Coreia do Sul, que foi designada Capital Mundial do Livro 2015, em reconhecimento do seu programa para promover a leitura entre as pessoas e as camadas mais desfavorecidas da população. Esta designação entra em vigor no Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e será comemorada com os participantes do ano anterior, Port Harcourt, na Nigéria.

Com Incheon e toda a comunidade internacional, vamos unir-nos para comemorar os livros como a personificação da criatividade, o desejo de compartilhar ideias e conhecimentos, para inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância. Esta é a mensagem da UNESCO sobre o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.

Mensagem de Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 2015.