Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Dia dos namorados

O Dia dos Namorados celebra-se, em 2013, numa quinta-feira. Este dia, 14 de Fevereiro, também conhecido como o Dia de São Valentim é uma data especial, caracterizando-se por ser encarado como o dia mais romântico do ano. 
A nossa escola vai proporcionar-te a oportunidade para te revelares à pessoa amada.
Entrega a tua "Declaração de Amor" até  dia 14 de fevereiro,  às 10.00 horas de 5ª  feira. As cartas devem indicar o nome e turma da pessoa "amada". O Cupido, ao longo do dia, irá distribuir toda a correspondência aos destinatários. 
Participa e vive intensamente o "Dia mais romântico do ano".

Dia dos namorados

O Dia dos Namorados celebra-se, em 2013, numa quinta-feira. Este dia, 14 de Fevereiro, também conhecido como o Dia de São Valentim é uma data especial, caracterizando-se por ser encarado como o dia mais romântico do ano. 
A nossa escola vai proporcionar-te a oportunidade para te revelares à pessoa amada.
Entrega a tua "Declaração de Amor" até  dia 14 de fevereiro,  às 10.00 horas de 5ª  feira. As cartas devem indicar o nome e turma da pessoa "amada". O Cupido, ao longo do dia, irá distribuir toda a correspondência aos destinatários. 
Participa e vive intensamente o "Dia mais romântico do ano".

O Lugar da Poesia, por Bruno Cruz, 12º C

             Saudade
 Dei por mim nesta rua a especular,
Contemplo o que possuo mas não tenho,
Que luto todos os dias para manter
O que a distância não pode matar.

 Tudo o que eu desejo é estar contigo,
Só para poder acabar com esta saudade,
Eu tento superá-la, mas não consigo.
Se ao menos não trouxesses a ansiedade...

Ao amor, apenas aponto um único defeito,
Ele não devia ser capaz de criar a saudade.
Ai saudade! Que acabas com o que é perfeito
 E desfazes o que de melhor o mundo tem.

Observo os horizontes desta rua estreita
E encontro um casal abraçado à minha direita,
Não imagino o que sofreram para o conseguir,
Mas uma coisa sei - eles ainda estão aqui!

O Lugar da Poesia, por Bruno Cruz, 12º C

             Saudade
 Dei por mim nesta rua a especular,
Contemplo o que possuo mas não tenho,
Que luto todos os dias para manter
O que a distância não pode matar.

 Tudo o que eu desejo é estar contigo,
Só para poder acabar com esta saudade,
Eu tento superá-la, mas não consigo.
Se ao menos não trouxesses a ansiedade...

Ao amor, apenas aponto um único defeito,
Ele não devia ser capaz de criar a saudade.
Ai saudade! Que acabas com o que é perfeito
 E desfazes o que de melhor o mundo tem.

Observo os horizontes desta rua estreita
E encontro um casal abraçado à minha direita,
Não imagino o que sofreram para o conseguir,
Mas uma coisa sei - eles ainda estão aqui!