Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Faça lá um poema

Concurso de Poesia "Faça lá um poema"
Procurando incentivar o gosto pela leitura e pela escrita de poesia, o Concurso Faça lá um poema destina-se a quatro níveis de ensino.
A entrega de prémios terá lugar no CCB a 20 de Março de 2011 e será integrada no programa do Dia Mundial da Poesia
Participa com Poemas originais
Entrega-os na Biblioteca até 20 de Janeiro impreterivelmente
Serão seleccionados 3 poemas de cada nível de ensino
Consulte o regulamento no sítio do PNL
http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/

Faça lá um poema

Concurso de Poesia "Faça lá um poema"
Procurando incentivar o gosto pela leitura e pela escrita de poesia, o Concurso Faça lá um poema destina-se a quatro níveis de ensino.
A entrega de prémios terá lugar no CCB a 20 de Março de 2011 e será integrada no programa do Dia Mundial da Poesia
Participa com Poemas originais
Entrega-os na Biblioteca até 20 de Janeiro impreterivelmente
Serão seleccionados 3 poemas de cada nível de ensino
Consulte o regulamento no sítio do PNL
http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/

Chá de Livros

Leitura do poema pelo autor, Álvaro Carvalho
PAIXÃO IRRESISTÍVEL
Desviei o olhar interrogativo da última página. E… Fixei-me nela.
Atraiu-me a serenidade oriental do seu aroma quente. Não resisti.
Aconcheguei de novo as palavras dentro da capa e pousei o livro.
Tomei-a delicadamente nas mãos.
Estremeci ao sentir o seu calor intenso despertar-me os sentidos.
Aproximei-a um pouco mais. Acariciei-a.
Mergulhei o meu olhar perdido nos seus tons misteriosos.
As palavras lidas estavam, agora, adormecidas no calor do momento.
Os meus lábios precipitaram-se para ela.
Cerrei apaixonadamente os olhos… E saboreei demoradamente
Aquela deliciosa «Chávena de chá».
Só, então, desvendei o enredo enigmático da minha leitura:
Morrera do veneno fatal de uma paixão irresistível
Que bebera da ténue taça da vida.
Prof. Álvaro Carvalho

Chá de Livros

Leitura do poema pelo autor, Álvaro Carvalho
PAIXÃO IRRESISTÍVEL
Desviei o olhar interrogativo da última página. E… Fixei-me nela.
Atraiu-me a serenidade oriental do seu aroma quente. Não resisti.
Aconcheguei de novo as palavras dentro da capa e pousei o livro.
Tomei-a delicadamente nas mãos.
Estremeci ao sentir o seu calor intenso despertar-me os sentidos.
Aproximei-a um pouco mais. Acariciei-a.
Mergulhei o meu olhar perdido nos seus tons misteriosos.
As palavras lidas estavam, agora, adormecidas no calor do momento.
Os meus lábios precipitaram-se para ela.
Cerrei apaixonadamente os olhos… E saboreei demoradamente
Aquela deliciosa «Chávena de chá».
Só, então, desvendei o enredo enigmático da minha leitura:
Morrera do veneno fatal de uma paixão irresistível
Que bebera da ténue taça da vida.
Prof. Álvaro Carvalho