Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Biblioteca Escolar Dr. António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

29.Abr.09

5º Aniversário da Biblioteca:

 Foi nosso convidado  José Pedro Lima-Reis.
O Escritor é filho de um médico e de uma contadora de histórias, nasceu em Barcelos em 1942.
Licenciou-se em Medicina em 1967. Especializou-se em Endocrinologia e foi assistente convidado da Faculdade de Medicina do Porto, professor convidado da Faculdade de Ciências de Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto e Chefe de Serviço de Endocrinologia do Hospital de São João.
É vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Ciências da Nutrição e Alimentação.
Estiveram presentes: Dr. Vitor, Florinda Bogas, António Carvalho, Aida Lemos e Elisabete Gonçalves.
 
29.Abr.09

5º Aniversário da Biblioteca

Para comemorar o nosso 5º aniversário, nada melhor do que falar de literatura. Assim, foi nosso convidado José Pedro Lima-Reis que falou do seu percurso e dos seus livros numa biblioteca cheia de alunos, professores e convidados. Antes foram relembrados aspectos destes anos, actividades já efectuadas e objectivos já cumpridos, outros que queremos alcançar para fazer da nossa biblioteca um espaço privilegiado do exercício de leitura, lúdica e académica, um espaço no qual se facilite o estabelecimento de uma relação de proximidade com os livros, onde os alunos possam aprofundar a sua capacidade de interpretação individual, trocar ideias com colegas e professores, bem assim como desenvolver o seu sentido crítico e estético, participando nas actividades programadas e propondo e realizando actividades próprias.




22.Abr.09

Chá de Livros - Chá d'Abril

22/04/2009
Chá d'Abril

Ah tragam-me um chá
Um chá urgente de menta
Ou pimenta preta
Ou cidreira ou tília
Um chá de sabor a terra
De eucalipto ou oliveira
Numa chávena de Abril.
Ah, tragam-me um chá
Com aroma a cravo
Também pode ser
Um chá em clave de Sol
Ou em mi(m) maior
Ah tragam-me um chá
De todas as maneiras
Com aroma verde
Em vaso de esperança
Também pode ser
Tenho sede
Ah tragam-me um chá
De aroma de maçã
Que o chá aquece
A alma que fenece
No frio deste Abril
Em que um cravo canta
Esganado na garganta.
(Isabel Fidalgo)
19.Abr.09

Escola de Barcelinhos novamente na Final do Concurso Nacional de Leitura

A nossa escola está, uma vez mais, representada na Final do Concurso Nacional de Leitura. No ano passado foram três as alunas que a representaram. Este ano a aluna Ana Andrade (10º A) repetiu o feito do ano transacto e ficou apurada para a Final do ensino secundário.
O Concurso Nacional de Leitura, que vai já na sua terceira edição, enquadra-se no PNL (Plano Nacional de Leitura) do Ministério da Cultura e Ministério da Educação e conta com a colaboração da DGLB (Direcção Geral do Livro e das Bibliotecas), da RBE (Rede de Bibliotecas Escolares) e da RTP. O concurso é dirigido a todas as escolas do 3º Ciclo e do Ensino Secundário e tem como objectivo, tal como os do PNL na sua generalidade, promover e incentivar a leitura, neste caso focando-se particularmente nas escolas. Divide-se em três fases: as eliminatórias a nível escolar, as finais distritais e a Final Nacional.
É inquestionável a importância da leitura na formação dos nossos alunos, pelo que se configura de capital importância envolver os alunos em actividades que, como este Concurso, os levem a desenvolver as competências necessárias para fazer da leitura um hábito, conduzindo-os igualmente ao conhecimento do mundo, dos outros e de si mesmos.
(Aida Lemos, professora responsável pelo PNL na ESB)
17.Abr.09

Jacinto Lucas Pires na nossa Biblioteca

Jacinto Lucas Pires esteve hoje na nossa Biblioteca, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Livro e integrado nas actividades promovidas pela Biblioteca Municipal de Barcelos.
Com a presença do Drº Victor Pinho e a Drª Ana Paula Brito da BM, o escritor, que, nas suas palavras, já não se sente tão desconfortável com este "termo excessivo", conversou com os muitos alunos da Escola que acorreram à BE sobre a sua obra, diversificada que cobre áreas como a ficção em narrativa, a dramaturgia, a escrita para cinema e para música.




15.Abr.09

Chá de livros - Chá Saramaguiano


Chá de Livros
15/04/2009

Não me peçam Razões…

Não me peçam razões, que não as tenho,
Ou darei quantas queiram: bem sabemos
Que razões são palavras, todas nascem
Da mansa hipocrisia que aprendemos.

Não me peçam razões por que se entenda
A força de maré que me enche o peito,
Este estar mal no mundo e nesta lei:
Não fiz a lei e o mundo não aceito.

Não me peçam razões, ou que as desculpe,
Deste modo de amar e destruir:
Quando a noite é de mais é que amanhece
A cor de primavera que há-de vir.
José Saramago, in “Os Poemas Possíveis”

Pág. 1/2