Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

Beaf - Biblioteca Escolar António Ferraz

"Ler engrandece a alma!" [Voltaire]

CNL - Concurso Nacional de Leitura

No dia 13 de dezembro, a Escola Secundária de Barcelinhos realizou a 13.ª edição do Concurso Nacional de Leitura – fase escolar. Participaram cerca de 70 alunos do 3.º ciclo e secundário.

IMG_1166.JPG

Os alunos inscritos leram a obra, previamente selecionada, “A Pérola” de John Steinbeck, 3º ciclo e “O Velho e o Mar” de Ernest Hemingway, para o secundário e, hoje, responderam a um questionário online, seguido de uma prova de expressão escrita em suporte papel, sobre as obras.
Foram selecionados dois alunos por nível de ensino, para representar a escola na fase municipal: Clara Isabel Vilas Boas de Sá, efetiva, e Ângela da Silva Fonseca, suplente, do terceiro ciclo; Sara Patrícia da Costa Loureiro , efetiva, e Joana Araújo Costa, suplemente, do secundário.

O concurso teve a colaboração da equipa da Beaf e do departamento de Português.

Inserida no PNL - Plano Nacional de Leitura Ler +, esta iniciativa é promovida pela Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), contando com o apoio da Rede das Bibliotecas Escolares (RBE) e Biblioteca Municipal, através da RBEBarcelos.

 

 

 

 

Direitos Humanos

Comemoração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

IMG_1186.JPG

As turmas do 10º ano de escolaridade, cursos Científico e Tecnológico, de Ciências Socioeconómicas e de Línguas e Humanidades realizaram uma atividade inserida no Projeto de Cidadania e Desenvolvimento, que teve como objetivo primordial a comemoração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Esta decorreu na Biblioteca António Ferraz, no dia 13 de dezembro,  integrando o cartaz da "Semana Concelhia dos Direitos Humanos".

Na persecução dos objetivos previamente definidos, os alunos Pedro Rocha e Leonor Simões, apresentaram o convidado, Dr. Miguel Novais, presidente da Associação SOPRO,  ONG - Organização Não Governamental para o Desenvolvimento. Na sua dissertação, o convidado deu a conhecer a história desta Declaração e, prestando o seu testemunho pessoal como voluntário, sensibilizou todos presentes para a necessidade de centrarem os seus comportamentos cívicos no respeito absoluto pela dignidade da pessoa. A sua intervenção permitiu, ainda, informar os jovens das atividades desenvolvidas pela SOPRO e da necessidade de todos colaborarem na promoção de valores solidários, em nome do bem comum. No decurso da atividade, os alunos do 10º ano, turma C, declamaram o poema de António Gedeão, “Lágrima de Preta” e os alunos do 10º ano, da turma B apresentaram um vídeo criado e interpretado por eles, que retratava as alterações ocorridas ao nível do estatuto da mulher, tendo como inspiração a obra de Gil Vicente, "Farsa de Inês Pereira".

A atividade deu-se por terminada com a atuação dos alunos do 10ºB com a interpretação da canção "Imagine", de John Lennon.

Os objetivos foram alcançados e os alunos assumiram responsavelmente a dinamização da atividade.

 

 

 

Feira do Livro

A Freira do Livro da Escola Secundária de Barcelinhos, a decorrer entre os dias 10 e 14 de dezembro, acolheu, num ambiente de simplicidade, o escritor Raúl Minh’alma.

IMG_1126.JPG

O autor, cujo tipo de escrita e de leitura se enquadra numa perspetiva que agrada a grande parte dos jovens adolescentes, prendeu a atenção dos alunos presentes. Após uma breve apresentação do jovem escritor, os alunos tiveram a possibilidade de o ouvir discorrer sobre algumas ideias, sem nunca pretender tocar nos seus livros.

A atenção dispensada foi retribuída com a resposta a uma série de questões colocadas pelos participantes, tentando satisfazer a curiosidade que os dominava.

Uma sessão de autógrafos fechou “com chave de ouro” a ação desenvolvida.

Ao longo da semana, está a desenvolver-se uma feira de venda de livros, no espaço da Biblioteca António Ferraz; serão desenvolvidas diversas atividades, pretendendo envolver a comunidade educativa e incentivar o uso da biblioteca como espaço de cultura e de partilha de conhecimentos.

 

Dia do Diploma 2017-2018

Dia do Diploma do Ensino Básico e Secundário.

Dia di Diploma  (2).jpg

Na passada sexta-feira, decorreu na ESBarcelinhos a entrega dos diplomas do quadro de excelência e de valor aos alunos do ensino básico e secundário. Numa cerimónia simples mas muito concorrida por alunos, professores, encarregados de educação e familiares, os diretores de turma entregaram aos alunos o diploma da sua prestação ao longo do ano letivo de 2017/2018.

O reconhecimento da excelência é um direito consignado no estatuto do aluno na ética escolar e no regulamento interno da ESB e, como tal, os alunos da escola viram valorizados o mérito, a dedicação, a assiduidade e o esforço no trabalho, o desempenho escolar, assim como o empenhamento em ações meritórias.

Abrilhantaram a cerimónia as alunas do 7º ano com um momento de dança, a Mariana Figueiredo com a interpretação da música, “Let Her Go” de Passenger, a aluna Daniela Sá com a declamação do poema, “Lisbon Revisited”, de Álvaro de Campos e ainda o aluno Simão Gomes com a declamação do poema “Cântico Negro” de José Régio. 

Os alunos do curso de Turismo fizeram o acolhimento de todos os convidados do evento. 

 

  

Semana Concelhia dos Direitos Humanos

IMG_1106.JPG

Ao longo da semana, está em curso a “Maratona de Cartas”. Com esta ação pretendemos sensibilizar a comunidade escolar e educativa para um conjunto de casos selecionados, o que poderá resultar numa melhoria das condições de vida para os defensores de direitos humanos. Todas as assinaturas serão enviadas para a sede da Amnistia Internacional em Lisboa, unindo-nos, assim, aos milhões de apelos oriundos de todo o mundo e com os mesmos objetivos: Por fim à violação dos Direitos Humanos.

Este ano os casos são:

Atena Daemi, sonha com o fim da pena de morte no Irão.

Marielle Franco, lutou destemidamente por um Rio de Janeiro mais justo.

Nonhle Mbuthuma, lidera a luta da sua comunidade contra uma empresa mineira que quer explorar titânio na sua terra ancestral.

Geraldine Chacón, sempre quis defender outras pessoas. É por isso que ajuda a capacitar jovens a defenderem os seus direitos na sua cidade, Caracas.

Vitalina Koval, trabalha arduamente para defender os direitos LGBTI e os direitos das mulheres na sua cidade natal, Uzghorod, na Ucrânia.

IMG_1108.JPG

 

Ida ao teatro

Auto da Barca do Inferno

TGV_ Auto da Barca do Inferno (7).JPG

Na passada quarta-feira, cerca de 120 alunos, acompanhados pelos respetivos professores e bibliotecária da BEAF, assistiram no Teatro Gil Vicente à encenação do "Auto da Barca do Inferno" de Gil Vicente, numa versão adaptada pela Companhia de Teatro de Braga. Os atores prenderam a atenção dos jovens durante cerca de 90 minutos com algumas gargalhadas proporcionadas pela vivacidade, dinamismo e versatilidade que ofereceram ao público numa  adaptação desta peça vicentina.

O Auto da Barca do Inferno (ou Auto da Moralidade) é uma complexa alegoria dramática de Gil Vicente, representada pela primeira vez em, 1531. 

Os especialistas classificam-na como moralidade mesmo que muitas vezes se aproxime da farsa. Ela proporciona uma amostra do que era a sociedade lisboeta das décadas iniciais do séc. XVI, embora alguns dos assuntos sejam pertinentes na atualidade, como esteve patente nesta atuação, com adaptações à realidade do sec. XXI.

esta atividade s´foi possível graças às parcerias com a Câmara Municipal de Barcelos, Biblioteca Municipal e SABEbcl.

 

Projeto "Cidadania e Desenvolvimento" - 7º B

Cidadania e Desenvolvimento

1-imagemr.png

No âmbito do projeto de Cidadania e Desenvolvimento "Floresta: uma riqueza a proteger dos incêndios", a turma B do 7º ano irá participar/desenvolver várias atividades que divulgará, à comunidade escolar, através do "Roteiro do Projeto".